Retiro espiritual é nos Passadiços do Paiva

#passadicosdopaiva Imensa gente, bué carros nas bermas… uma confusão!!!

O município de Arouca não se precaveu, talvez não contassem com tamanho sucesso.
As infra-estruturas estacionamento/trânsito não são as melhores para receber os caminheiros dos Passadiços do Paiva. Por outro lado, os Passadiços são brutais e a paisagem envolvente é genuína, tranquila, característica e muito nossa: são de facto um grande sucesso! Parabéns!

Antes de partirmos na aventura, consultamos o sítio oficial dos passadiços (http://www.passadicosdopaiva.pt/: O percurso no sentido Areinho – Espiunca é o menos exigente, a nível físico). Optamos pelo caminho mais fácil. Fomos com dois carros, um ficou em Areinho, outro em Espiunca. (só fizemos 8 km…)

No início da nossa caminhada muitos eram os que se queixavam “À primeira cai quem quer!” “A mim não me tornam a trazer para aqui” “Agora só daqui a 10 anos” “Ai que eu não consigo!”. Uma rapariga até se sentiu mal… Para todos nós, relembro que o nível de dificuldade do percurso é Alto.
As escadas são uma catrefada… e as pernas até tremem. LOL 🙂 Mas no final corre tudo bem, é uma grande satisfação e tudo vale a pena.

A foto foi tirada ao pé da famosa ponte “indiana jones” 🙂

Ficam os conselhos:
– caminhem pela fresca (não comecem a caminhada as 12h, com o sol a pique);
– usem protetor solar;
– levem água e umas peças de fruta
– levem boné;
– encontrem o vosso ritmo (não apressem o passo)
– apreciem a paisagem natural (têm tempo, há táxis do outro lado, há sempre uma alternativa!)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s